quinta-feira, 12 de julho de 2012

ECO VAZIO







Cala-te coração

Hoje, casei-me com a solidão

Guardei-me nas minhas desventuras

Pra ver se silencio

Essas doces amarguras


Ana Carolina Alencar

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Divã

Às minhas idéias absurdas
Dedicas suprema atenção
Aos meus devaneios intrépidos
Ouves com parcimônia
E quando penso que se esqueceu de mim
Aguardas, tão somente, eu lembrar de ti

Ana Carolina Alencar