sábado, 5 de maio de 2012

O discurso de Emily D.
Leio a ti 
Como um afásico
Interpreta o universo
Nas tuas cadências próprias
No teu inteiro incongruente
E quando me diz 
Que vais embora
Ignoro tua fala
Porque sei
Que o que queres
É viver eternamente
Junto a mim


Ana Carolina Alencar