segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Espelho

Duas faces do meu EU se encontram
Estranham-se
Tocam-se como linhas de uma trama
Há chuva lá fora
E o medo vem
Silêncio no meu quarto
E  eu tão sozinha
Na companhia de mim

Ana Carolina Alencar

Canção Interior

Em teus luminosos acordes
Descubro-me inteira
E espelho-me em mim
Mas intimamente mulher

Ana Carolina Alencar